PROJETO DE XADREZ (MODELO)

‘’PROJETO DE XADREZ”

Modelo
Professor Cleiton Marino Santana

APRESENTAÇÃO

Durante séculos vem se perguntando quais são os valores educacionais do xadrez no âmbito cognitivo e afetivo, e como esses valores comportamentais constituídos no jogo podem ser transferidos para outras áreas, como desenvolvimento psicológico, desenvolvimento psicofísico, e evidentemente a área mais discutida entre pesquisadores, educadores e psicólogos, a área educacional.

VALORES EDUCACIONAIS DO XADREZ

Um dos conceitos fundamentais para que a prática do jogo progrida, é a contribuição pela qual o ele pode proporcionar ao praticante, nessa perspectiva temos o jogo de xadrez como grande coadjuvante escolar, pois apartir da prática, o jogador consegue desenvolver várias habilidades, como:
“pensamento lógico, poder de atenção e concentração, imaginação, criatividade, julgamento, planejamento,imaginação, antecipação, vontade de vencer,paciência,auto controle, o espírito de decisão e a coragem, a inteligência e o interesse pelas línguas estrangeiras’’, PARTOS apud FERRACINI (1998, pg. 37).

Howard Gardner desenvolveu a teoria das inteligências múltiplas, dentre elas temos: Inteligência Lógica Matemática, Inteligência Lingüística, Inteligência Espacial, Inteligência Sinestésica, Inteligência Intrapessoal, Inteligência Interpessoal, Inteligência Musical, (GARDNER, 1994), Gardner destaca que o xadrez desenvolve a Inteligência Lógico-Matemática, bem como a Inteligência Espacial:
A Inteligência Espacial é a habilidade para manipular formas ou objetos mentalmente e, a partir das percepções iniciais, criar tensão, equilíbrio e composição, numa representação visual ou espacial, ou seja, facilidade em observar uma matéria num determinado plano móvel. (GARDNER, 1994, pg. 149)

No xadrez o jogar exige visualizar as jogadas futuras do seu adversário, tendo que se concentrar no tabuleiro e visualizar as jogadas sem que se mova nenhuma peça no tabuleiro, somente utilizando a imaginação.

O xadrez também pode contribuir no desenvolvimento da Inteligência Lógico Matemática, que é a habilidade para explorar relações, categorias e padrões, através da manipulação de objetos ou símbolos, e para experimentar de forma controlada; é a habilidade para lidar com séries de raciocínios, para reconhecer problemas e resolvê-los. (GARDNER, 1994, pg. 117).

Dentro dessa facilidade de se utilizar do xadrez para fins científicos, aliado a vontade de descobrir os benefícios de xadrez, muitos estudiosos comprovaram em seus estudos, e assim desenvolveram muitos conceitos significativos.
Alfred Binet que foi o criador dos testes de quociente da inteligência e professor da Universidade da Sorbonne, em Paris, “iniciou suas experiências sobre algumas das possíveis contribuições do xadrez para o desenvolvimento intelectual, suas conclusões, que abordaram a memória, a imaginação, o autocontrole, a paciência e a concentração” (PIMENTA, 2002, pg.6).
Na universidade de Gand, “um estudo observou que um grupo experimental de alunos da 5º serie que receberam aula de xadrez durante dois anos, tiveram resultados superiores dos demais alunos que não jogaram xadrez, os testes aplicados, eram de cognição do tipo proposto por Piaget” (CHRISTIAEN; VERHOFSTADT, 1981).
Dentro dessa vasta bibliografia apresentada, podemos perceber os grandes benéficos do xadrez para seus praticantes, uma das principais preocupações dos educadores do século XXI, e desenvolver a cultura do pensar, mesmo diante dos avanços tecnológicos que desestimulam as faculdades mentais dos alunos.
Com isso apresentamos o ‘’PROJETO DE XADREZ MATE EM DOIS’’, que visa primeiramente capacitar os professores para desenvolver essa atividade nos colégios, para que desta forma os alunos possam desenvolver a cultura do pensar.

CAPACITAÇÃO DOS PROFESSORES
Dentro dessa perspectiva podemos considerar os professores, como a fonte do saber, mesmo para assuntos enxadristicos, esses conceitos também de demonstram-se fundáveis, um estudo desenvolvido nos Jogos Colegiais do Paraná- JOCOP`S de 2005, pode-se identificar que entre o público de atletas do Xadrez Masculino que participaram dos Jogos, ‘’39.10% dos atletas aprenderam a jogar xadrez com seus professores do colégio’’ (SANTANA, 2005).
Entre o público feminino que participou do mesmo estudo, identificou que “73.93% das atletas aprenderam a jogar xadrez com seus professores do colégio’’, isso justifica a importância da capacitação de professores para o ensino de xadrez nos colégios, pois são eles os maiores responsáveis, e incentivadores da pratica do xadrez nos colégios. (SANTANA, 2005).
No mesmo estudo, pode se identificar que o local que as atletas do feminino mais freqüentam para praticar o xadrez é em “37 % o colégio, e 16 % em casa e colégio’’, e do masculino 22,72% colégio e 19,18% praticam em casa e no colégio’’, mostrando assim, a grande importância do envolvimento do xadrez na atividade escolar, pois através dela que o aluno, se motiva a desenvolver suas habilidades mentais. (SANTANA, 2005).

XADREZ E SOCIALIZAÇÃO

“O tabuleiro do jogo de xadrez é o mundo e as peças são os fenômenos do universo”. – Thomas Huxley (1825-1895).

Como Thomas Huxley (1825-1895), dizia “O tabuleiro do jogo de xadrez é o mundo e as peças são os fenômenos do universo”, o ensino dos movimentos das peças do xadrez proporciona às crianças, adolescentes e adultos a inclusão em um mundo fascinante e cheio de simbolismos, desafios lógicos e, principalmente, um motivador campo de auto — descoberta. Tal qual em Alice de Lewis Carrol, o tabuleiro funciona como um país das maravilhas.
Ao viajar por esse universo metafórico, o enxadrista iniciante enfrenta uma aparente dificuldade em ter um bom domínio sobre os movimentos das peças e também sobre as regras básicas. A complexidade real não é essa, e sim a responsabilidade em optar por uma ou outra jogada, pois faça o que fizer haverá um custo, dificuldade esta que só será palpável na vida adulta. No jogo de xadrez, a guerra é “de mentirinha” e sendo assim eventuais derrotas não causam significativos desgastes emocionais, sobretudo quando se trata de xadrez na escola e não numa escola de xadrez.
Posteriormente, após superar a falta de domínio sobre os movimentos, outras dificuldades surgem para os praticantes, mas ao contrário do que possam parecer, esses novos obstáculos são altamente motivadores, pois o praticante fica seduzido pelas múltiplas possibilidades de jogadas e não raramente, até mesmo crianças de oito, nove anos pedem aos pais que comprem um livro de xadrez para poderem estudar as táticas e estratégias do jogo.
Isso raramente ocorre quando o assunto é matemática, geografia ou futebol. Esse tipo de encantamento é também visto no campo da literatura, quando a criança ou adolescente descobre o prazer da leitura. Nesse sentido, a leitura, assim como o jogo de xadrez, a música, a dança, jogo de damas e outras atividades lúdico – pedagógicos são poderosos recursos de inclusão social.
Foi a partir de constatações como essas que, há trinta anos já era proposto o ensino do xadrez de forma mais sistemática, propedêutica, porque é extremamente desejável que as crianças desenvolvessem habilidades intelecto – cognitivas, além de desejáveis práticas socializadoras.
Países como França, Canadá, Espanha, Cuba, Hungria, Israel, Iugoslávia, Alemanha, Suíça, Tunísia e a Venezuela avaliaram o singular valor dessa prática esportivo-recreativa e adotaram nos currículos escolares o ensino de xadrez. Na ex – União Soviética e outros países do bloco socialista, desde os tempos da revolução bolchevique, o xadrez é jogado nas ruas, nos jardins, nas escolas e nas fabricas. Nas Filipinas chegou-se a criar um Ministério de Estado do Jogo de Xadrez. Em Cuba, existe o ISLA, que funciona como uma escola de xadrez, da prézinho à pós-graduação.
O Brasil também está descobrindo a relevância do ensino do xadrez nas escolas e a prática da modalidade se verifica nos Clubes de Xadrez, escolas particulares e em inúmeras escolas de rede municipal, espalhadas por todo o país. Os resultados extremamente positivos obtidos por países que adotaram o xadrez como disciplina optativa funcionou como referência para projetos brasileiros. Em projetos pilotos observou-se que nas escolas da periferia de grandes centros urbanos, onde houve algum trabalho sistematizado, os resultados foram surpreendentes, tais como:
– Melhoria do rendimento escolar dos alunos que jogavam xadrez.
– Aumento da atenção e diminuição de conflitos físicos entre os mesmos.
Tais resultados começaram a ser constatados tão logo foi implementado o ensino de xadrez em aulas semanais incluídas na grade escolar. Esses efeitos educacionais parecem confirmar o que escreveu Benjamin Franklin no seu “Moral do Xadrez”, ao defender a tese de que essa atividade lúdica auxilia na formação do caráter da criança, além de ser determinante no desenvolvimento da capacidade intelecto – cognitiva do aprendiz.
A respeito disso, o prof. José Angel Lopes de Turiso, da Espanha, acrescentou que: “O aluno aprende a analisar sistematicamente os problemas, expor idéias, conclusões e soluções, avaliar antecipadamente as vantagens e inconvenientes de uma decisão, controlar a impulsividade e responsabilizar-se por seus atos”.

OBJETIVO GERAL
Oferecer aos professores e conseqüentemente à comunidade externa, atividades motivadoras advindas da prática do jogo de xadrez, através de uma estrutura física apropriada e de uma adequada proposta didático-pedagógica.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Propiciar um otimizado espaço para a prática do jogo de xadrez como “esporte – arte – ciência” de forma orientada e sistematizada
 Ministrar cursos modulares de capacitação de xadrez para professores da rede de ensino.
 Oferecer mais uma modalidade desportiva aos alunos;
 Promover iniciativas de integração entre o xadrez e as disciplinas tradicionais do currículo escolar (interdisciplinaridade).
 Criação do clube de xadrez escolar.

ATIVIDADES DIDÁTICAS:
 Ensino de xadrez como modalidade desportiva, junto a alunos da rede pública de ensino;
 Cursos modulares de capacitação e formação de monitores e instrutores de Xadrez Escolar;
 Identificação de eventuais lideranças entre professores e alunos para um posterior trabalho de inclusão.

ATIVIDADES DESPORTIVAS:
 Organização de torneios de xadrez internos e externos;
 Participação em torneios de xadrez locais e regionais;
 Criação de equipes para representar as escolas

ATIVIDADES COMUNITÁRIAS:
 Estimulo à prática do jogo de xadrez em escolas públicas através do projeto “Xadrez: desafios cognitivos e sociais”;
 Coordenação da oficina de xadrez nas escolas;
 Organização de atividades de Xadrez do “Torneio Desportivo e Cultural”.

ATIVIDADES CULTURAIS:
 Participação em feiras de ciências internas e externas, promovendo a interdisciplinaridade do xadrez com as disciplinas tradicionais do currículo escolar;
 Educação Ambiental através do jogo de xadrez;
 Exibição de filmes;
 Incentivo à leitura.

MATERIAL TÉCNICO
 Mural didático Xadrez;
 Jogos de peças;
 Tabuleiros Personalizados
 Relógios;
 Livros, CDs;
 Computadores, Impressoras e outros recursos audiovisuais.

METODOLOGIA

- O Projeto será composto de 12 módulos, com o seguinte cronograma (ver Anexo 01 o Cronograma dos módulos detalhado):

Módulos Carga Horária Datas Níveis Capacitadores
I 10 horas A definir Básico I 02
II 10 horas A definir Básico II 02
III 10 horas A definir Básico III 02
IV 10 horas A definir Ética 02
V 10 horas A definir Arbitragem 02
VI 10 horas A definir Arbitragem 02
VII 10 horas A definir Intermediário I 02
VIII 10 horas A definir Intermediário II 02
IX 10 horas A definir Intermediário III 02
X 10 horas A definir Avançado I 02
XI 10 horas A definir Avançado II 02
XII 10 horas A definir Avançado III 02

Módulos Carga Horária Datas Níveis Capacitadores
I 10 horas A definir Básico I 02
II 10 horas A definir Básico II 02
III 10 horas A definir Básico III 02
IV 10 horas A definir Ética 02
V 10 horas A definir Arbitragem 02
VI 10 horas A definir Arbitragem 02
VII 10 horas A definir Intermediário I 02
VIII 10 horas A definir Intermediário II 02
IX 10 horas A definir Intermediário III 02
X 10 horas A definir Avançado I 02
XI 10 horas A definir Avançado II 02
XII 10 horas A definir Avançado III 02
ANEXO 01 – CRONOGRAMA DOS MÓDULOS

CRONOGRAMA DOS MÓDULOS

MÓDULOS I: BÁSICO I

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Apresentar e ensinar o jogo de xadrez aos professores, bem como sua aplicação prática em sala de aula, proporcionando condições de jogar e ministrar o xadrez com segurança, integrar as diversas disciplinas, explorar conceitos matemáticos envolvidos e desenvolver habilidades para a resolução de problemas.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
XADREZ E A EDUCAÇÃO Benefícios da pratica do Xadrez
HISTÓRIA DO XADREZ Conceitos históricos relevantes para a multidisciplinariedade.
MOVIMENTOS DA PEÇAS (Peão, Cavalo, Bispo, Torre, Rainha, Rei).
MOVIMENTOS ESPECIAIS (Roque, Em passant, Promoção)
TIPOS DE EMPATE Empate, Comum Acordo, Insuficiência De Material , Lei Dos 50 Lances, Empate Por Repetição, Rei Afogado, Xeque Perpétuo.
XEQUE E XEQUE MATE Destacar a diferença de Xeque e Xeque Mate.
MATES ELEMENTARES Mate com dama, mate com torre.
RITMO DE JOGO Relâmpago, Rápido e Convencional.
TERMOS USUAIS DO XADREZ Destacar as expressões utilizadas no meio enxadristico
NOTAÇÕES Desenvolver a anotação Algébrica, abreviaturas e sinais convencionais, como anotar um lance, anotação de uma posição e reprodução de uma partida.

MÓDULOS I: BÁSICO II

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Apresentar aos professores como proceder durante uma partida de xadrez, nas fases da Abertura, meio de jogo e final, como acelerar o desenvolvimento, desenvolvendo as peças centrais, estratégias de ataque e defesa.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
ABERTURA Como desenvolver na Abertura
DICAS NA ABERTURA Conceitos rápidos para o desenvolvimento na abertura
MEIO DE JOGO Como desenvolver o meio de jogo
DICAS NO MEIO DE JOGOS Conceitos rápidos para o desenvolvimento do meio jogo
FINAL Como desenvolver o Final
DICAS PARA O FINAL Conceitos rápidos para o desenvolvimento do Final
ANALISAR POSIÇÃO Conceitos para avaliar uma posição no Xadrez
ESTUDOS
DAS
ABERTURAS I Desenvolver aberturas: Partida do centro, Def. dos dois cavalos, Giouco Piano, Def. dos Quatro cavalos, Abert. Ruy Lopez.

ARMADILHAS I Aprender armadilhas nas diversas aberturas
PARTIDAS COMENTANDAS I Através da anotação, aprender a as melhores jogadas através das partidas dos grandes mestres.
BIOGRAFIAS Estudar a biografias dos grandes Mestres

MÓDULOS I: BÁSICO III

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Desenvolver as habilidades quanto a elementos de combinação, estratégias e temas táticos.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
SACRIFÍCIOS
Através de partidas magistrais vamos identificar ataques ao roque observando princípios que levam ao êxito.
VANTAGEM DE ESPAÇO E SUA CONSEQUÊNCIA NO ATAQUE
Vamos identificar a superioridade de se ter vantagem de espaço e identificar como conseguir o resultado através do ataque.
BISPO BOM E BISPO MAL Identificar as estratégias sobre a utilização dos bispos, e saber a diferença entre o bispo bom e bispo mal.
FORMAÇÃO DE PEÕES
Verificar a importância de manter uma estrutura sólida de peões para o bom desenvolvimento do jogo.
TEMPO E MATERIAL
Vamos identificar os conceitos que se referem entre o tempo e material, e compreender as relações da superioridade material, e a desvantagem no tempo.
O DOMÍNIO DO CENTRO
Vamos identificar as principais estratégias para abrir linhas para dominar o centro do tabuleiro e através disso obter vantagem de espaço para consolidar o ataque.
ATAQUES SOBRE O PONTO F7
Verificar as debilidades sobre o ponto F7/F2, e compreender as técnicas para obter ataques nesse ponto.
TÁTICA I Identificar estratégias táticas nas aberturas e no meio de jogo, para desenvolver habilidades de ataque e defesa.
ATAQUE AO ROQUE
Vamos identificar alguns princípios de estratégias para atacar o roque.
PARTIDAS COMENTANDAS II Através da anotação, aprender a as melhores jogadas através das partidas dos grandes mestres.
AVALIAÇÃO Avaliar o desenvolvimento dos professores no modulo básico

MÓDULOS IV: ÉTICA

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Identificar os conceitos éticos existentes no meio enxadristico, apresentar temas que levem a discussão e compreensão do grupo.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
ÉTICA NA EDUCAÇÃO Conceitos éticos em relação à educação dos alunos, através da pratica enxadristica.
ÉTICA NO APRENDIZADO Conceitos éticos referentes a metodologia e aplicação do ensino do xadrez na Escola.
COMPREENDENDO CONCEITOS ÉTICOS NO ENSINO DE MENINOS E MENINAS Compreender a diferença do ensino do Xadrez, para cada classe, e identificar a suas particularidades.
ÉTICA NO XADREZ Observar os conceitos éticos no Xadrez, e o sua importância na formação do aluno.
ÉTICA NAS COMPETIÇÕES Identificar os procedimentos nas competições, aliado a uma boa educação através da Ética.
ÉTICA E O RELACIONAMENTO INTERDISCIPLINAR E INTERPESSOAL Sistematizar a condição existente entre a relação do aluno com o meio onde ele vive.
ÉTICA DO SABER Analisar e compreender sobre o conhecimento adquirido e como ele pode ser usado em benéfico próprio e coletivo.
AVALIAÇÃO Avaliar o desenvolvimento dos professores no módulo de ética.

MÓDULOS V: ARBITRAGEM I

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Aprender conceitos de Arbitragem: Organização e eventos de xadrez.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
EVENTO DE XADREZ Como organizar um Evento de Xadrez
REGULAMENTOS Conhecer os regulamentos para as competições
MODALIDADES DE XADREZ Discutir as modalidades de Xadrez, relâmpago, rápido e convencional.
EMPARCEIRAMENTO Sistemas de Emparceiramento – exemplo prático (Schuring, Suíço);
COMPORTAMENTO DO ÁRBITRO Compreender as atitudes e os procedimentos do árbitro de xadrez, durante a partida.

MÓDULOS VI: ARBITRAGEM I I

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Aprender conceitos de Arbitragem: Organização e eventos de xadrez.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
SWISS PERFECT A utilização do sistema Swiss Perfect para Eventos de xadrez.
SISTEMAS DE DESEMPATE Identificar os tipos de empate, e sua utilização.
QUESTÕES DE ARBITRAGEM Identificar situações cotidianas em eventos de xadrez, e refletir sobre seus procedimentos.
PREPARAÇÃO DE REGULAMENTOS E RELATÓRIOS DOS TORNEIOS. Apresentar os conceitos práticos para a organização de regulamentos e seu encaminhamento para as federações.
AVALIAÇÃO Avaliar o desenvolvimento dos professores no módulo de arbitragem.

MÓDULOS VII: INTERMEDIÁRIO I

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Desenvolver estudo de aberturas, partidas comentadas de grandes Mestres, aprender mais a fundo sobre tática e estratégias, resolver problemas de xadrez, e verificar algumas curiosidades do meio enxadristico.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
ESTUDOS DAS ABERTURAS II Defesa Caro-Kann, Partida escocesa, Defesa Francesa, Abertura Inglesa, Defesa Siciliana.

PARTIDAS COMENTANDAS III Através da anotação, aprender a as melhores jogadas através das partidas dos grandes mestres.
ARMADILHAS II Aprender armadilhas nas diversas aberturas
TÁTICA II Identificar estratégias táticas nas aberturas e no meio de jogo, para desenvolver habilidades de ataque e defesa.
ESTRATÉGIAS I Desenvolver treinamento de estratégias para obter bom desempenho na partida.
PROBLEMAS DE XADREZ I Desenvolver habilidades resolvendo problemas mate em 1, 2 e 3 lances.
CURIOSIDADES Verificar algumas curiosidades no Xadrez

MÓDULOS VIII: INTERMEDIÁRIO II

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Desenvolver estudo de aberturas, partidas comentadas de grandes Mestres, aprender mais a fundo sobre tática e estratégias, resolver problemas de xadrez, e identificar os campeões Nacionais e suas biografias.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
ESTUDOS DAS ABERTURAS III Defesa Alekhine, Gambito da dama aceito,Gambito da Dama recusado, Abertura Bird, Defesa Petroff.

PARTIDAS COMENTANDAS IV Através da anotação, aprender a as melhores jogadas através das partidas dos grandes mestres.
ARMADILHAS III Aprender armadilhas nas diversas aberturas
TÁTICA III Identificar estratégias táticas nas aberturas e no meio de jogo, para desenvolver habilidades de ataque e defesa.
ESTRATÉGIAS II Desenvolver treinamento de estratégias para obter bom desempenho na partida.
PROBLEMAS DE XADREZ II Desenvolver habilidades resolvendo problemas mate em 1, 2 e 3 lances.
CAMPEÕES NACIONAIS Identificar os campeões do Brasil e verificar suas bibliografias.

MÓDULOS IX: INTERMEDIÁRIO III

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Desenvolver estudo de aberturas, partidas comentadas de grandes Mestres, aprender mais a fundo sobre tática e estratégias, resolver problemas de xadrez, e identificar os campeões Mundiais e suas biografias.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
ESTUDOS DAS ABERTURAS IV Gambito do rei aceito, Gambito do rei recusado, Contra gambito albin, Contra gambito Budapeste, Abertura réti.

PARTIDAS COMENTANDAS V Através da anotação, aprender a as melhores jogadas através das partidas dos grandes mestres.
ARMADILHAS IV Aprender armadilhas nas diversas aberturas
TÁTICA IV Identificar estratégias táticas nas aberturas e no meio de jogo, para desenvolver habilidades de ataque e defesa.
ESTRATÉGIAS III Desenvolver treinamento de estratégias para obter bom desempenho na partida.
PROBLEMAS DE XADREZ III Desenvolver habilidades resolvendo problemas mate em 1, 2 e 3 lances.
CAMPEÕES MUNDIAIS Identificar os campeões dos mundiais e verificar suas bibliografias.

MÓDULOS X: AVANÇADO I

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Desenvolver estudo de aberturas, partidas comentadas de grandes Mestres, aprender mais a fundo sobre tática e estratégias, resolver problemas de xadrez.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
ESTUDOS DAS ABERTURAS V Abertura Ponziani, Gambito dinamarquês, Gambito Evans, Defesa Húngara, Defesa Nimzo-Índia, Defesa Ortodoxa, Abertura vienense.

PARTIDAS COMENTANDAS VI Através da anotação, aprender a as melhores jogadas através das partidas dos grandes mestres.
ARMADILHAS V Aprender armadilhas nas diversas aberturas
TÁTICA V Identificar estratégias táticas nas aberturas e no meio de jogo, para desenvolver habilidades de ataque e defesa.
ESTRATÉGIAS IV Desenvolver treinamento de estratégias para obter bom desempenho na partida.
PROBLEMAS DE XADREZ IV Desenvolver habilidades resolvendo problemas mate em 1, 2 e 3 lances.
.

MÓDULOS XI: AVANÇADO II

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Desenvolver estudo de aberturas, partidas comentadas de grandes Mestres, aprender mais a fundo sobre tática e estratégias, resolver problemas de xadrez.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
ESTUDOS DAS ABERTURAS VI Defesa Eslava, Defesa Grunfeld, Defesa Holandesa, Defesa india da Dama, Defesa Índia do Rei.

PARTIDAS COMENTANDAS VII Através da anotação, aprender a as melhores jogadas através das partidas dos grandes mestres.
ARMADILHAS VI Aprender armadilhas nas diversas aberturas
TÁTICA VI Identificar estratégias táticas nas aberturas e no meio de jogo, para desenvolver habilidades de ataque e defesa.
ESTRATÉGIAS V Desenvolver treinamento de estratégias para obter bom desempenho na partida.
PROBLEMAS DE XADREZ V Desenvolver habilidades resolvendo problemas mate em 1, 2 e 3 lances.

MÓDULOS XII: AVANÇADO III

Carga Horária: 10 horas

OBJETIVO: Desenvolver estudo de aberturas, partidas comentadas de grandes Mestres, aprender mais a fundo sobre tática e estratégias, resolver problemas de xadrez.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEMAS TÓPICOS ABORDADOS
ESTUDOS DAS ABERTURAS VII Gambito Nordico, Sistema Colle, Defesa Eslava,Contra-Gambito Greco, Ataque Max Lange, Sistema Barcza.

PARTIDAS COMENTANDAS VIII Através da anotação, aprender a as melhores jogadas através das partidas dos grandes mestres.
ARMADILHAS VII Aprender armadilhas nas diversas aberturas
TÁTICA VII Identificar estratégias táticas nas aberturas e no meio de jogo, para desenvolver habilidades de ataque e defesa.
ESTRATÉGIAS VI Desenvolver treinamento de estratégias para obter bom desempenho na partida.
PROBLEMAS DE XADREZ VI Desenvolver habilidades resolvendo problemas mate em 1, 2 e 3 lances.

comentários
  1. Jerry Pilati disse:

    O presente estudo é rico em informações com detalhes finos da base pedagógica.
    parabéns pelo blog e pelo belíssimo trabalho.

  2. Helder disse:

    Parabéns pelo modelo.
    Este pode ser usado como Projeto Xadrez na Escola ou Clube?

    Hélder

  3. Vera L Rosario disse:

    podemos nos basear neste projeto ( com citação do autor) para apresentarmos o nosso projeto na Unidade Escolar Pública

  4. Rogério disse:

    Olá Cleiton quero montar um projeto pra apresentar na prefeitura pra dar aulas de xadrez começando com crianças; e se der bom resultado vou classificando outras turmas. Mas não sei nem como começar. Eu tenho que me basear nesse modelo colocando meus objetivos e ideias é isso? Se for assim eu entendi. Me ajude, quero muito desenvolver um trabalho sério e satisfatório aqui na minha cidade, já que aqui não tem. Eu jogo xadrez desde os 14 anos de idade. Hoje estou com 28, então ministrar as aulas não será problemático, creio. Minha dúvida é como montar o projeto: se preciso só montar o projeto ou se preciso mais alguma coisa e tal. Desde já agradeço!

  5. Arthur Ribeiro disse:

    Olá Cleiton! Jogo xadrez desde meus 10 anos e agora com 21 estou elaborando um projeto para meu município baseado em todas as conquistas que o xadrez pode favorecer na minha vida e de outros amigos que testemunhei.
    Sem duvidas esse modelo de projeto ficou realmente muito bem elaborado e digno de elogios mesmo por parte de quem nunca lecionou na vida.

    Gostaria de aproveitar e questionar se posso citar o autor e me utilizar de alguns processos de sua metodologia para aprimorar o projeto que desenvolvo ?

  6. Parábens pela iniciativa, esse projeto está muito bem escrito, estou citando ele com seus devidos créditos como referencial teórico para um projeto que estou fazendo. Abraço Cleiton

  7. ola, meu nome e carlos e me identifiquei muito com estas informaçoes ,porque vi toda a minha vida contida nestas linhas dos estudiosos da psicologia. antes de ter aulas de xadrez era rebelde não queria saber de estudar, muito nervoso, brigão e não tinha um pingo de respeito pelas regras da escola. Mas graças ao meu Bom Deus comecei a estudar xadrez na escola e a minha vida mudou completamente, passei a gostar de estudar matematica, musica e ingles e a partir de então passei a ter uma facilidade muito grande em aprender algo novo. sei da importancia da pratica do xadrez na sociedade e vou lutar para levar essa ferramenta de transformação social ao maximo de pessoas que conseguir. posso contar com a sua ajuda? moro em matupá que fica no norte de Mato Grosso. Obrigado!

  8. Henrique Gonçalves Moreira da Silva disse:

    Cleiton estou usando parte do seu modelo de projeto para aplicar como parte de um projeto de matemática solicitado pela escola, claro não tem como colocar tudo, preciso apenas do básico tendo como base a apresentação do jogo aos alunos do 4º ano, a parte histórica, peças, tabuleiro, regras básicas, estratégias e anotações. Desde já agradeço e peço que continue com esse belo trabalho que vem nos proporcionando.

  9. Estou elaborando um projeto para fundar uma Academia de cultura e xadrez e vendo este maravilhoso programa era tudo o que precisava para realizar meu sonho. Imitarei este projeto que é extraordinário, justo e perfeito e utilizarei-o para servir de exemplo para o meu. Parabenizo por este mega projeto e que o nosso Pais siga-o. Abraços Regges.
    Fones: 081-30918862 e 081-92166649
    E-mail: regges.masonic@hotmail.com

  10. Boa noite Cleiton.
    Me chamo Felipe de Oliveira Miertschink atualmente moro em Alegre – ES, jogo xadrez desde os 13 anos, ja participei de varios campeonatos e sei como é importante o xadrez para a evolução intelectual e pessoal, pois eu mesmo evolui muito após começar a estudar e a jogar xadrez. Estou cursnado Ciência da Computação na UFES, e estou montando um projeto de ensino de xadrez para os alunos da faculdade e também para alunos de escolas da região, dei uma lida em seu modelo e achei muito bom, queria saber se tem algum problema em incorporar algumas partes dele ao modelo que estou criando. Também queria saber se posso contar com sua ajuda com algumas ideias.
    Parabéns pelo projeto, muito bom.
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s